Sexta-feira, 2 de Maio de 2008
Em busca do Amor
                     
O meu Destino disse-me a chorar:
«Pela estrada da Vida vai andando,
E, aos que vires passar, interrogando
Acerca do Amor, que hás-de encontrar.»
 
Fui pela estrada a rir e a cantar,
As contas do meu sonho desfiando...
E a noite e dia, à chuva e ao luar,
Fui sempre caminhando e perguntando...
 
Mesmo a um velho eu perguntei. «velhinho,
Viste o meu Amor ao acaso em teu caminho?»
W o velho estremeceu... olhou... e riu...
 
Agora pela estrada, já cansados,
Voltam todos pra trás desatinados...
E eu paro a murmurar: «Ninguém o viu passar...»
                                                        Florbela Espanca

tags:

publicado por Andreia às 10:44
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim
.Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. O valor...

. Protestação

. Voltei...

. Músicas

. Felicidade...

. Flor...

. Música para sonhar

. Mar...

. A mon...

. Eu

.arquivos

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds